Skip to the content

7 Erros que atrasam sua vida financeira

Você já parou para pensar por que o seu vizinho ou amigo estão bem de vida e você não? Essa é uma pergunta que muitos se fazem quando sabem que alguém próximo ganhou um bom dinheiro. Será que existem segredos para enriquecer? Ou melhor, armadilhas que nos fazem deixar de ganhar dinheiro? Compartilho com você algumas pequenas ações podem mesmo impedi-lo(a) de prosperar financeiramente na vida.

Prosperar financeiramente é um dos primeiros requisitos para enriquecer. Muitas pessoas dizem que desejam melhorar sua vida financeira e, de fato, sonham com isso. Todavia, será que querem o suficiente? Muitos têm dificuldade em acumular dinheiro porque não buscam frear seus gastos. Essas atitudes comprometem a capacidade de investir e, consequentemente, realizar seus sonhos.

Relaciono abaixo as 7 armadilhas que impedem você de prosperar financeiramente:


1) Ausência de planejamento 
Não destinar algumas horas para planejar as finanças é uma das principais armadilhas. Essa postura acaba levando você a tomada de decisões equivocadas com enorme potencial de perder dinheiro e, no fim, gastar muito mais horas pensando em como sair da situação criada. Por exemplo: não prever uma despesa relevante no próximo mês e, ao se deparar com ela, ter de recorrer a empréstimos com juros exorbitantes. Se você não sabe o que quer alcançar e não tem um destino exato para o dinheiro, fique certo que o mercado de consumo dará o destino para ele. Todo dinheiro a ser usado tem que ter planejamento. Quanto mais planejar, maior o seu controle e melhores serão os resultados.

2. Falta de controle 
É preciso controlar se o que foi planejado realmente aconteceu. Para tanto, anote todos os seus gastos diariamente. Caso a realidade mostre-se muito diferente, isso é sinal claro de que o planejamento precisa ser revisto imediatamente para evitar surpresas desagradáveis. Aliás, aprender com os erros é essencial para evitar perda de dinheiro.

3. Excesso de Confiança
Um grande risco é o excesso de confiança nos investimentos realizados, especialmente quando vem acompanhada de falta de análise adequada da situação. Fuja disso e mantenha um certo nível de humildade, desenvolva o seu conhecimento financeiro lendo mais sobre as opções de investimentos e buscando orientação de quem tem mais experiência nesse negócio. Conte comigo, caso precise de ajuda para começar – envie um e-mail para mim, ele está descrito logo abaixo da minha assinatura. Não se esqueça de pensar bem antes de tomar decisões envolvendo dinheiro.

4. Modelo Mental Financeiro Equivocado
As pessoas tendem a criar ilusões sobre o dinheiro e acabam fazendo gastos irracionais. Costumo dizer que dinheiro não aceita desaforo; ou você sabe lidar com ele ou... O fato é que repetimos muitas vezes o modelo de vida financeira adotado por nossos pais. Como a maioria dos brasileiros não foram orientados sobre como lidar com o dinheiro, aprenderam de forma empírica, desenvolvendo modelos mentais equivocados, que os levam a uma vida de dívidas e perdas financeiras em razão dos altos custos do dinheiro no Brasil, cobrados pelos bancos nas taxas de juros e tarifas todo mês. O pior, pensam que é assim mesmo. Claro que não! Mudar o modelo mental em relação à vida financeira é essencial.

5. Falta de reflexão sobre Conselhos
Buscar conselhos financeiros com especialistas é sempre recomendado. Contudo, é preciso refletir sobre eles. É preciso pensar se aquilo que leu ou escutou faz sentido, se a informação é de qualidade e se está adequada ao seu perfil de investidor. Se você é conservador com seu dinheiro, não adianta recomendar investi-lo na bolsa de valores, mercado de alto risco, que proporciona altos ganhos e também perdas elevadas. No mercado, existem pessoas que dão conselhos nem sempre bons sobre dinheiro. Tenha cuidado! A decisão no final será sempre sua. Afinal, é do seu dinheiro que estamos tratando.

6. Não investir parte da sua renda
É preciso ter visão de longo prazo e metas definidas, neste quesito. Investir dinheiro não é ação de curto prazo. Investimento exige de paciência e determinação. Lembra na escola quando a professora de biologia deu o deve de casa de você plantar um pé de feijão no algodão? Investir é igual plantar feijão no algodão. Quando o feijão começa a brotar é a mesma sensação de quando seu dinheiro começa a crescer um pouquinho. Mas, a partir daí, demora um tempo para crescer mais e mais, à medida que você continua investindo. Porém, quando o pé de feijão chega a uns 10 centímetros, a pessoa cansa e decide jogá-lo fora. Por favor, não faça isso, pois a falta de perseverança é a pior armadilha para quem deseja investir e multiplicar seu dinheiro. 

7. Acomodação
Esta é uma grande armadilha, em todas as áreas da vida. Sob a ótica do dinheiro, muito pior, pois cuidar bem da vida financeira da trabalho e exige dedicação. É necessário planejar, controlar, organizar, analisar cada situação antes de gastar. Quem não reserva tempo para cuidar das suas finanças pode tomar decisões ruins. Logo, não desperdice seus investimentos acumulados com tanto esforço com mera acomodação. Amplie seu universo de opções para multiplica-lo com mais dedicação e conhecimento. Lembre-se que nada vida, nada muda se nada muda. Começa já essa mudança.

Sobre o Autor

Joel Marcos Gomes Leandro

Mestre em Administração Empresarial, Universidade Estácio, MBA em Administração pelo IBMEC e MBA em Administração de Negócios pela FGV, experiência de 30 anos no mercado financeiro, como executivo do Banco do Brasil, Professor, Consultor Financeiro e Palestrante na área de finanças corporativas e comportamentais;

Autor dos livros Construindo sua Inteligência Financeira (2007), Alcançando o Conhecimento Financeiro (2008) e Compartilhando a Sabedoria Financeira (2009), pela editora Danprewan, selo Habacuc.

Outro Strip

Mauris ante augue, fringilla non accumsan at, imperdiet vel ipsum. Nunc hendrerit, felis nec hendrerit varius, lacus leo euismod mi, a pulvinar sapien libero.